Abaetetuba

 

Informações Gerais

Coordenador: Eliomar Azevedo do Carmo
E-mail:  Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Vice - Coordenadora: Lina Gláucia Dantas Elias
Email:  Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Endereço: Rua Manoel de Abreu s/n - Mutirão CEP: 68440

Telefones do Campus: (91) 3751-1131/3751-1827/Fax:3751-1107

E-mail do Campus: Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.


Organograma do Campus





Histórico
O Campus Universitário de Abaetetuba, também, conhecido como Campus do Baixo Tocantins, foi implantado em 1987, no município de Abaetetuba, sob a coordenação da professora Conceição Solano, indicada a esse cargo pelo reitor da época, o Profº. José Seixas Lourenço. O campus se localiza no município de Abaetetuba que é composto por 62 ilhas bastante povoadas, 36 comunidades que vivem à beira da estrada, além da cidade, zona urbana, com quase 133.316 mil habitantes, segundo o último censo do IBGE (2006).

Os primeiros cursos de graduação ofertados no Campus de Abaetetuba foram as licenciaturas em Matemática, Letras, Pedagogia, História e Geografia, todos em regime intervalar (atual Período Intensivo). As aulas eram ministradas nas escolas cedidas pela prefeitura municipal local, por meio de parceria com a UFPA, o que se tornou de fundamental importância para a implantação do Campus, pois, além de oferecer espaço físico para o desenvolvimento dos cursos, alojamento para professores, doou também as terras para a construção do campus. Através desta parceria, o campus pode contar, ainda, com a cedência de servidores municipais para apoio administrativo como vigilantes, secretários e motoristas.

As escolas que sediaram os primeiros cursos foram o colégio São Francisco Xavier, Basílio da Gama e Mendes Contente. A primeira administração funcionou na Avenida Dom Pedro, em uma casa cedida pelo prefeito João Bittencourt. Depois a administração passou para outra casa cedida também pelo prefeito, na Avenida São Paulo. Nesta última, além de funcionar a administração, servia também como residência da coordenadora Conceição Solano. Os professores ficavam em uma casa alugada pela prefeitura.

Atualmente o Campus de Abaetetuba conta também com a perceria entre UFPA e prefeituras próximas como Barcarena e Igarapé-Miri, por meio do apoio via cedência de servidores municipais que atuam na área da administração (secretarias).

O Campus de Abaetetuba teve como primeira coordenadora a professora Conceição Solano, que esteve no cargo de 1987 a 1991. Em seguida, o cargo foi ocupado pelo professor José Queiroz Carneiro, que exerceu dois mandatos, o primeiro de 1992 a 1995 – por indicação da administração superior da UFPA - o segundo de 1996 a 1999 - através de eleição. Em 1999, foi realizada eleição direta que elegeu o professor Adelino Ferranti, que atuou na coordenação do campus de 2000 a 2004. Em 2005, com a saída do professor Adelino Ferranti para assumir o cargo de Secretário de Educação do município de Abaetetuba, toma posse como Coordenadora Pró-Tempore a professora M. Sc. Alessandra Martins Matos Vasconcelos (vice-coordenadora do campus à época). Após eleição em 2006, assume a coordenação do campus o professor M. Sc. Waldir Abreu. E em 2007, assume, via eleição, a professora M. Sc. Francisca Carvalho, atual coordenadora do campus.

Em 1991, o prédio do campus de Abaetetuba foi inaugurado no bairro do Mutirão, na Rua Manuel de Abreu. O campus era formado por dois blocos, onde funcionavam a secretaria, a biblioteca, a cantina, o mimeógrafo e a coordenação do campus.

Em 1992, o campus inicia suas primeiras turmas do curso regular de Letras e Matemática. E em 2005, são criados os cursos de Ciências Contábeis, Física e Letras – Habilitação em Língua Portuguesa. No ano de 2007, o campus já ofertava 13 cursos com 1000 alunos matriculados.

Atualmente, o espaço físico do Campus de Abaetetuba comporta 08 (oito) prédios, dentre estes: 03 pavilhões de sala de aula, 01 prédio que abriga dois laboratórios de informática, sala dos professores e sala de reuniões,01 prédio administrativo onde se localiza a biblioteca, secretaria do Parfor e direções das três faculdades, 01 prédio que comporta um complexo, espaço cultural Toca Tocantins inaugurado em 2003, formado por auditório, Coordenação, Secretaria Executiva Coordenadoria de Planejamento e Gestão, Coordenadoria Acadêmica, Divisão de Pesquisa e Pós-graduação, Almoxarifado, Depósito, Copa, Secretaria Acadêmica, Dietório Acadêmico e Lanchonete. Além de 02 construções em andamento , a primeira destinadas a nova biblioteca e auditório; e a segunda ao Laboratório de Linguagem do Campus.

O Corpo docente do Campus vem se consolidado cada vez mais por meio de qualificação dos professores em programas de pós-graduação stricto-sensu (mestrado e doutorado). E o ingresso do campus na área da pesquisa científica, por meio de projetos de pesquisa e extensão aprovados no PROINT, CAPES, CNPq e outros, trazem a consolidação de um quadro docente mínimo nos Cursos Graduação em Pedagogia, Letras e Matemática e demonstram o  desenvolvimento do ensino superior em Abaetetuba.

Hoje, o campus oferece cursos extensivos e intensivos em Letras (habilitações em língua portuguesa e língua espanhola), Matemática, Engenharia Industrial, Ciências Contábeis e Pedagogia, perfazendo um total aproximado de 1.126 alunos. O campus também já ofertou Turmas de Letras e Pedagogia - a partir de 2000 - regidas por contrato e subsidiadas com recursos do antigo FUNDEF, em parceria com prefeituras da região do Baixo Tocantins, criadas para a capacitação e formação de professores das redes municipais, oferecidas em Tomé-Açu, Concórdia do Pará, Tailândia e Abaetetuba, somando mais 350 alunos.


Cursos de Graduação
Pedagogia (Intervalar e Regular), Letras - Habilitações em Português e Espanhol (Regular), Matemática (Regular), Ciências Contábeis(Regular) e Engenharia Industrial (Integral).